Humidificadores


  P.: Porque preciso de utilizar o humidificador aquecido? 

  R.: O humidificador aquecido adiciona humidade e calor ao ar emitido pelo equipamento, o que reduz os sintomas de congestão nasal e secura do nariz/garganta, proporcionando maior conforto. Uma grande percentagem dos utilizadores de CPAP/AutoCPAP experimentam estes sintomas que por vezes são tão incomodativos que levam à interrupção do tratamento. Assim sendo, caso experimente alguma desta sintomatologia, não hesite em contatar o profissional de saúde que o acompanha. 


  P.: Qual a quantidade de água que é normal gastar em cada noite?

  R.: A quantidade de água necessária em cada noite varia em função de alguns fatores:

•             Caraterísticas do paciente;
•             Temperatura do ar ambiente;
•             Humidade do quarto;
•             Existência de fugas ou respiração pela boca.

Assim sendo, deverá encher o reservatório de água até ao limite máximo indicado, que assegurará a quantidade necessária para toda a noite.


  P.: Se eu trocar a máscara nasal por uma facial, utilizo mais água durante a noite?

  R.: A utilização da máscara facial não altera a quantidade de água necessária em cada noite. Pelo contrário, poderá notar que a quantidade de água utilizada diminui, o que se deve à eliminação das fugas de ar pela boca e não à máscara em si. 


  P.: Quando utilizo o humidificador, por vezes encontro gotas de água na traqueia quando acordo. Porque é que isto acontece?

  R.: A quantidade de humidade (vapor de água) que o ar consegue reter varia com a temperatura. À medida que o ar aquecido fica mais frio, reduz a capacidade para reter vapor de água e provoca condensação (pingos de água). Assim, se o seu quarto é frio, quando o ar aquecido e humidificado que sai do aparelho entra em contato com a temperatura mais fria do quarto, provoca a condensação do vapor de água na traqueia. Este fenómeno pode ser reduzido/evitado das seguintes formas:

  •          Baixar o nível de humidificação;
  •          Aumentar a temperatura do quarto durante a noite (diminuir a diferença de temperatura entre o quarto e o humidificador);
  •          Passar a traqueia por baixo do cobertor (manter a traqueia e o ar que por ela passa aquecidos).

  P.: Com que frequência devo mudar a água do reservatório? 

  R.: Apesar de não utilizar a água toda do reservatório numa única noite, deve mudá-la após cada utilização.


  P.: A máscara e a traqueia ficam gastas mais depressa devido à utilização do humidificador? 

  R.: Não, a traqueia e a máscara que lhe foram fornecidas suportam temperaturas mais elevadas do que as temperaturas geradas pelo humidificador. 


  P.: Como devo programar o meu humidificador? 

  R.: Os parâmetros programados no seu humidificador determinam a humidade do ar que irá receber. Assim sendo, se iniciar a programação, por exemplo, num ponto intermédio e se a sua sintomatologia não desaparecer, poderá ser necessário aumentar o parâmetro. Por outro lado, se notar humidade na traqueia, poderá ser necessário baixar o parâmetro ou aquecer o quarto. Deve sempre analisar a sua situação com o profissional de saúde que o acompanha uma vez que a humidade necessária para cada paciente varia em função de inúmeros fatores.


  P.: Com que regularidade devo limpar o reservatório do humidificador? 

  R.: Idealmente, deve limpar o seu humidificador diariamente com água tépida e um detergente adequado (sem perfumes, hidratantes, anti-bacterianos e lixívias). Enxague abundantemente com água limpa e seque fora do alcance da luz solar. Semanalmente, deve inspecionar o reservatório de água para verificar que este não se apresenta gasto nem deteriorado. Caso verifique fissuras em algum dos componentes ou coloração opaca fale com o profissional de saúde que o acompanha, pois é necessária a substituição dos componentes danificados. Em caso de verificar partículas brancas ou depósitos na câmara de agua, deve lavá-lo de uma das seguintes formas:

•             Encha o reservatório de água até ao nível máximo e ateste-o com uma solução de uma parte de vinagre para dez partes de água; Deixe a solução atuar durante                    dez minutos; Deite a solução fora e enxague a câmara de água com água limpa; Seque o reservatório fora do alcance da luz solar.

•             Utilize um produto adequado para o efeito. Para mais informações, contate com o profissional de saúde que o acompanha. 


  P.: Devo ligar o humidificador algum tempo antes de me deitar?

  R.: Pode ligar o humidificador quando se for deitar, no entanto, caso sinta o ar seco e irritante, deve ligar o humidificador cerca de 15 a 20 minutos antes de se deitar. 


  P.: Geralmente uso o meu humidificador apenas durante os meses de inverno. Devo usar o humidificador o ano inteiro? 

  R.: Em caso de verificar sintomas do nariz/garganta noutras alturas do ano, deverá utilizar o seu humidificador. Em caso contrário, não necessita do humidificador.


  P.: Quais são os benefícios de utilizar um humidificador aquecido? Qual o tipo de máscara mais apropriada nestes casos? 

  R.: Uma vez que pode ajustar o nível de calor, o humidificador aquecido oferece grande flexibilidade e reduz os sintomas mais severos que poderá sentir. Tanto as máscaras de almofadas nasais (máscaras especiais) como as mascaras nasais/especiais são uma opção viável na utilização de humidificador, no entanto, com a utilização de almofadas nasais a condensação poderá ser um problema uma vez que a humidade fica directamente nas narinas. 


  P.: O humidificador é útil na Síndrome da Resistência das Vias Aéreas Superiores? 

  R.: O humidificador, por si só, não melhora a apneia obstrutiva do sono nem a resistência das vias aéreas superiores. No entanto, se faz ventiloterapia e refere secura/outros sintomas do nariz/garganta, o humidificador pode auxiliar o tratamento. 


 Se tiver alguma dúvida que não foi aqui apresentada, não hesite em contatar o profissional de saúde que o acompanha.